Pela primeira vez desde 1872, número de pardos no Brasil é superior ao de brancos

Pela primeira vez desde 1872, o número de pessoas pardas no Brasil é superior ao de brancas, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira (22) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Dados do Censo 2022 revelam que, no ano passado, 92,1 milhões de brasileiros se consideravam pardos, ante 88,3 milhões que se declararam brancos.

Para o IBGE, há cinco categorias de acordo com a raça ou cor, e cada entrevistado precisa dizer se se considera preto, branco, amarelo (de origem oriental), pardo (inclui quem se identifica com a mistura de duas ou mais cores, exceto amarela) ou indígena.

Segundo o levantamento do IBGE, entre 2010 – ano da penúltima pesquisa – e o ano passado, o percentual da população branca caiu de 47,7% para 43,5%. Em contrapartida, o percentual de pardos passou de 43,1% para 45,3%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.