PIX avança para ser o principal meio de pagamentos

O Banco Central anunciou no último dia 27 uma série de evoluções e mudanças no
sistema PIX de pagamentos. Além de medidas para aumentar a segurança e
prevenir de fraudes, o PIX terá mais duas modalidades de transação, o PIX Saque
e o PIX Troco.
Na prática, essas modalidades podem substituir a utilização de cartões físicos e,
especialmente, tornam qualquer estabelecimento comercial, não só bancos, em
ponto de saque de dinheiro, sem a necessidade de um caixa eletrônico. No PIX
Saque, o cliente precisará fazer um PIX para o estabelecimento a partir da leitura
de um QR Code, recebendo, então, o valor em dinheiro. O PIX Troco funciona de
forma muito semelhante, porém a partir do pagamento via PIX com valor maior
por um bem ou serviço, recebendo o troco em dinheiro.
A evolução nos meios de pagamento, além de facilitar e agilizar as transações
financeiras dos clientes, representam importantes mudanças na forma como nos
relacionamos com bancos, a partir de modalidades mais livres, e também nas
transações comerciais de bens e serviços, exigindo que o estado, em algum
momento, adeque seus modelos de arrecadação e controle fiscal.
O Imposto Único Federal (IUF) incide sobre as movimentações financeiras e,
portanto, já está adequado à economia “em nuvem”, na qual as relações de
consumo são cada vez mais na modalidade eletrônica, com fornecedores muitas
vezes de fora do Brasil. Assim, além de simplificar e desonerar impostos para os
contribuintes, o IUF cumpre papel muito importante na garantia de receita do
governo.

Após o sucesso do primeiro ciclo, onde foram abordados questões relacionadas
aos temas da segurança humana, sistema tributário, segurança pública e emprego
e renda, o Instituto ÍNDIGO já está em fase de preparação para o Segundo Ciclo de
Diálogos, no início de outubro, e você pode sugerir os temas que gostaria que fosse
debatido, pelo endereço de e-mail eventos@indigo.org.br. Caso tenha perdido o
primeiro ciclo, você pode assistir na íntegra pelo nosso canal no YouTube, clicando aqui!

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.